Há de Passar

By | 13 de julho de 2018
Lucia Magalhães

Passada a grande dor,
É hora do silêncio.
O olhar vagueia
Pelos longes:
No espaço agora enevoado
Há o convite da Vida,
A caminhar.

Esperança e cuidado
Se misturam
A uma sincera vontade
De acertar…

Para pensar o sentimento
Ainda dolorido,
Um só cuidado:
Nem para trás,
Nem para o lado!
Seguir em frente,
Com a luz do Alto
Vibrando o Amor!
– É Lá que a Alvorada
Desses novos dias
Vai brilhar,
Com todo ardor.

2 thoughts on “Há de Passar

  1. Ivana Sperandio

    Belíssimo poema!!! E toca ainda mais profundamente quando conhecemos a autora, suas dores e alegrias!

    Reply
    1. Corrente da Paz Universal Post author

      Sim, Ivana. A poesia, a linguagem da alma, sempre nos comove.

      Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *