Featured Article

Atividades

ROTEIRO DE ATIVIDADES
DA CORRENTE DA PAZ UNIVERSAL
Reuniões públicas:
SEMANAIS:
SEGUNDAS FEIRAS:
19h – ENCONTRO COM A PAZ: Momentos de musicoterapia mística – Mentalizações e afirmações positivas com a palavra gravada do professor Luiz Goulart – Palestra de Paulo Benjamin, comentários da obra escrita de Luiz Goulart.
QUARTAS FEIRAS:
19h – PRÁTICA DE MEDITAÇÃO: Experiência de introspecção à Luz dos grandes Mestres, coordenação e apresentação de Luciano Magalhães.
19:30h – GRUPO DE ESTUDOS
PROFESSOR LUIZ GOULART:
Séries de exposições sobre filosofia e religiões comparadas, comentários das obras de Luiz Goulart – Tema atual: A Filosofia de Platão, com a professora Lucia Magalhães.
MENSAIS:
QUINTAS FEIRAS (Última de cada mês) 19h:
CASA DA POESIA – Apresentação do melhor da poesia clássica e contemporânea e também da produção dos companheiros participantes do encontro. Traga seus poemas, suas páginas e exponha seus trabalhos para uma plateia super fraterna e amorosa.
SÁBADOS (Último de cada mês) 18h: CINE PAZ – Exibição de filmes carinhosamente selecionados para seu lazer alegre e saudável.
TODOS OS NOSSOS EVENTOS SÃO DE ENTRADA FRANCA!
Rua Senador Dantas, 117-cob.03 – Centro – Rio de Janeiro-RJ – Tel.: (21) 2240-7489 / (21) 2262-5564.
Site: correntedapaz.com – correntedapaz.com.br – Email: paz@correntedapaz.com

Emanação

Vamos praticar a concentração. Aprender a entrar em nós mesmos, deslocando-nos a outras dimensões, para não participarmos de certos instantes de confusão geral. Assim, economizamos células nervosas e não atrapalhamos nosso semelhante. Quem não discute, evitando desavenças maiores, está cuidando da própria Humanidade.
Ao se concentrar, o Homem não só restabelece o seu sistema nervoso, pela revitalização que lhe dá o Eu Vital, como também retransmite a outros ondas de Saúde, Paz e Felicidade.
Quando nos alheamos por uns instantes, entramos em sintonia com um poder restaurador que nos torna um transmissor de benefícios ao próximo.
Um ser concentrado é um cálice que se abre à divindade. Só os homogêneos se unificam. Só o que é próprio do Amor gera Amor.

(Luiz Goulart)

Cuidados com o Pensamento

VIGIA TEU PENSAMENTO

Tudo nascerá dele. Tua felicidade está no que pensas. Do pensamento nasce a palavra: do pensamento nasce a ação. Observa: a vida em comum da sociedade humana é feita primeiramente do pensamento de cada parte. As discussões e as ações existem baseadas no pensamento. Assim como filtras a água para a saúde do corpo, filtras o pensamento para a felicidade da alma! Na filtragem igualmente do que ouves e do que vês está a colheita do alimento da alma. Mas que filtro é esse? – perguntarás. O filtro é o Amor. Se filtrarmos dessa maneira o que captamos e o que retransmitimos, encontraremos a chave para a conquista do Reino da Paz Interior.

O INESPERADO
A serenidade fecha a porta d’alma a todo conflito. Já observaste que os nervosos são menos resistentes ao sofrimento? Por que então nos permitirmos o esgotamento da resistência aos embates naturais? O ser humano deve ser preparado para enfrentar o inesperado da mensagem das horas. Assim como ele constrói sua moradia segundo o critério de defesa do calor e do frio, do Sol e da chuva, dos ventos e dos raios, do mesmo modo a casa interior deve ser construída com pensamentos que nos resguardem de emoções abruptas, mais nocivas para a alma do que são para o corpo o calor, o frio, o Sol, a chuva, os ventos e os raios.

GRATIDÃO
Sejamos gratos às experiências que nos chegam, mas tiremos delas apenas os ensinamentos necessários. Não as vivamos eternamente, repetindo-as nas cordas de nossa alma. Na repetição emocional, monótona, das experiências (fatos ou acontecimentos) está o início da saturação perigosa; aproveitemos, nesse particular, a pluralidade das manifestações da Natureza. Ela é harmônica, sem ser simétrica. De igual modo a monotonia, como a intransigência, leva à rigidez do pensamento. Nesse particular, o homem que não filtra a monotonia torna-se quadrado e frio. E perde os instantes felizes, porque habituou-se a rejeitar incondicionalmente a voz das mensagens novas.

Agradecimento Interior
O agradecimento interior é força construtiva que edifica boa casa para a alma. O agradecimento é próprio dos que não sofrem a dor das perdas. Ganham sempre. Dando-se, embora, colocam-se como recebedores e permanentemente agradecem. Na realidade, só mesmo a ignorância do maravilhoso Universo que está à disposição do ser humano pode nos transformar em ingratos.
No agradecimento sincero está o processo de incrustação da Verdade no anel do espírito. A gratidão é pedra de luz da alma. Agradece a Luz que recebes da Vida, o Amor que recebes da Natureza. Agradece aos amigos o carinho, aos inimigos a experiência. Agradece aos fortes o exemplo, aos fracos a advertência. Agradece ao Pensamento que te permite tudo entender como certo, e tudo sentir como Luz no caminho da Vida.

Luiz Goulart

Uma Viagem Encantada

Máximo Ribera

(Reúna os amigos, recoste no sofá, feche os olhos e sonhe)

Vamos fazer um passeio?
Nossas almas serão o tapete mágico…

Iremos às mansões dos Devas,
Conhecer a fonte das cores
E das mais belas expressões
da natureza.

Te apresentarei às diáfanas filhas
Da mãe deva, que constroem
o aveludado das flores,
E suas irrequietas irmãs,
Que salpicam o colorido
Dos jardins que tanto amamos.

Ouvirás os transparentes pássaros cantores,
Que com suas melodias inaudíveis
Conservam vivas as melhores recordações
De nossas vidas.

Depois vem a mansão
Das réplicas felizes,
Onde todas as maravilhas
De tua alma se espelham.

Podes esponjar agora
As maravilhas que quiseres
E trazê-las ao teu dia a dia,
Como lembrança feliz
De uma viagem encantada.

(O tapete mágico retorna em pouso suave,
No acolchoado macio da mente tranquila.)

Poema da compreensão

Tenho em mim a flor de luz
Que trazes, igual à minha,
No teu mundo oculto.
Falhas tenho, tu as tens também…
São espinhos que se fazem em nós,
Marcando imperfeições humanas.

Não olhemos, por favor,
Marcas de lodo
Salpicadas sobre a flor.
Esqueçamos o mal do julgamento.
A vida é breve como a lágrima
Que cai!
E eterno é o entendimento
Que existe, quando nossas flores
De luz criam abraços de pétalas,
Na linguagem da compreensão.

Se esqueceres os meus defeitos
E eu olvidar as tuas falhas,
Teremos a Paz do céu
No coração.
(Luiz Goulart)

O CHAMADO

(Dia 13 de setembro de 2017 a Corrente da Paz Universal completa 51 anos de fundação.)

Máximo Ribera.

 Nossas almas pedem acolhimento, repouso e paz. Procuram o  ninho perdido, o aconchego daquelas mãos sublimes que nos ampararam um dia e nos apontaram o caminho para a evolução na Terra. No momento em que chegamos, a saudade desses tempos maravilhosos, perdidos na memória das almas, tem sido a tristeza profunda que nos acompanha.
Isso fez com que algumas grandes almas construíssem pequenos núcleos de céu para acolher as almas aflitas e lembrar que nada está perdido, que estamos aqui para evoluir, aprender a conviver com as diferenças, dar as mãos uns aos outros, crescer juntos num sonho de liberdade.
Um desses núcleos, dessa réplica do perdido paraíso, se chama Corrente da Paz Universal,  criado pela grande alma conhecida como Luiz Goulart, e que hoje, dia 13 de setembro de 2017, completa 51 anos de existência.
Aqui nesta Casa a presença daquelas mãos sublimes é constante. Aqui se manifestam na forma de um doce e poderoso coração de luz, emanando para todos os recantos do mundo o chamado de retorno à felicidade!
Paz e Cristo!

Pensando em Você

De algum modo
o teu sorriso, alguma vez,
já espantou
minha tristeza
e tua mão fortaleceu-me
A caminhada.

O teu olhar, um dia
fez sol, sorrindo-me
luzes de coragem
e o teu abraço
já me foi remédio
– uma vibração feliz
de saúde e paz.

A tua prece por mim
me abençoou,
aliviando,
como um lenço de céu,
as minhas dores.

Por isso te chamo,
homem ou mulher,
de Anjo Amigo.

Hoje é teu dia –
e te agradeço
Por ter te conhecido
e por fazeres parte
da lembrança do Amor
Na minha vida.

(Lucia Magalhães para os amigos
da Corrente da Paz Universal)

 

Exame de Consciência

COMO SABER SE SOU CRISTÃO?
01. Aprendi a perdoar, a oferecer a outra face quando sou agredido?
02. Não sinto mais inveja de ninguém?
03. Venci o hábito de falar mal das pessoas?
04. Estou no grupo dos mansos, que herdarão a Terra?
05. Amo e respeito a natureza?
06. Reconheço meus semelhantes e os animais como meus irmãos?
07. Admito que minha família é toda a humanidade?
08. Reconheço a força da não violência?
09. Não tenho mais pensamentos de ódio?
10. Consigo respeitar opiniões diferentes das minhas?
11. Aceito meus semelhantes como parte de mim?
12. Repudio os preconceitos que separam irmãos e só causam sofrimento?
13. Não conto mais mentiras?
14. Venci a hipocrisia?
15. Consigo refrear o ódio e pensar com amor para destruir injustiças?
16. Sinto piedade construtiva, oferecendo ajuda a quem me pede?
17. Pergunto diariamente: “O que fiz para ajudar alguém?”
18. Em minhas orações penso só em mim ou também penso no meu próximo?
19. Prefiro ser morto e nunca matar meu semelhante?
20. Consigo amar meus inimigos?
21. Não transfiro minhas culpas para ninguém?
Tenho consciência de que não é fácil cumprir os ensinamentos do Cristo, mas digo “sim” para algumas dessas perguntas. Confiante em minhas tentativas, tenho fé e um dia direi: “Sim, sou um cristão!”

Máximo Ribera

Amável Para Ouvir

De vez em quando ressoa em nossos ouvidos uma frase célebre, desses sóis de cultura e beleza que iluminaram o mundo. Hoje vibra em meu espírito este pensamento pequeno, mas profundo de William Shakespeare: “Amável para ouvir, bondoso para julgar…”
Quem pode ouvir amavelmente, sem amor no coração? E quem pode, tendo amor no coração, não julgar amavelmente?
Assim depreende-se claramente a doutrina da Bondade que não aceita julgamento além do que parta dos lábios inspirados na ternura e no bom entendimento.
Quem ouve amavelmente reflete no lago sereno d’alma o anseio do que vem trazer, pelas palavras, a flor iluminada de alegria, ou as pétalas crestadas pela mágoa. Sempre as águas quietas do coração refletem, sem mutações, céu de estrelas e nuvens de tempestade. Retribuindo a uns e a outros, aos alegres e desesperados, o mesmo perfume de amor que guarda na corola iluminada pela bondade do julgamento que esclarece, sem condenar.
O verdadeiro justo não condena. Sua justiça, calcada na Sabedoria, ensina-lhe que há razões secretas em todos os erros. Por isso a condenação, comum a todos os lábios, em sua boca toma o sabor espiritual das palavras de esclarecimento. Realmente, o verdadeiro justo age como Jesus, que primeiramente ouvia a súplica; em seguida curava; mas finalmente iluminava o infeliz, dizendo-lhe: “Vai e não peques mais!”

O Mestre demonstrou que de nada adianta apontar pecados, ou falhas, sem darmos o meio de eliminá-los.       Pobres médicos que falam dos sintomas da moléstia mas que, ignorando os remédios, são vencidos pela morte!      “Amável para ouvir, bondoso para julgar” – o gênio inglês sintetizou nesta pequena frase todo o sentido real do processo de agir do cristão em meio ao convívio do Homem com seu semelhante.

Luiz Goulart

 

DECÁLOGO DO EQUILÍBRIO INTERIOR

1. Jamais foram as preocupações alucinantes que resolveram nossos problemas.
2. É imprescindível nos controlarmos, tanto nas dores, quanto nas alegrias. As emoções queimam energias nervosas, insubstituíveis.
3. Nenhuma tarefa deve exigir ritmo de atividade superior ao nosso modo de ser e agir.
4. Não nos preocupemos com os maldizentes e intrigantes: eles sempre se cansam de seu trabalho gratuito.
5. Olhemos as pessoas que tentam nos governar, como atores que, cedo ou tarde, perderão seus papéis no teatro da existência…
6. A proibição não atinge nosso sonho. Libertemo-nos por dentro, se é impossível a liberdade exterior.
7. Nenhum trabalho deve ocupar mais tempo que os momentos de nossa feliz ociosidade.
8. Devemos sorrir da vaidade alheia e de nós mesmos, quando nos julgamos maiores e melhores do que somos.
9. Desviemo-nos do mau humor alheio, recordando piadas e anedotas que nos fizeram rir.
10. Evitemos os pensamentos negativos. Tudo passa e somente a Vida continua, oferecendo-nos novas oportunidades plenas de luz.

(Luiz Goulart)