Featured Article

Conteúdo

No auditório da Corrente da Paz Universal – Maio de 2018

REUNIÕES SEMANAIS:
SEGUNDAS-FEIRAS:
19h – ENCONTRO COM A PAZ:
Primeira parte:
Musicoterapia mística e mentalização da Paz.
Afirmações positivas na voz do professor Luiz Goulart.
Segunda parte – Apresentação: Paulo Benjamin
– comentários da obra PALESTRAS III, de Luiz Goulart.
Finalizando, a grande Corrente espiritual.
QUARTAS-FEIRAS FEIRAS:
19h – PRÁTICA DE MEDITAÇÃO:
Experiência de introspecção e leitura, à luz dos grandes
Mestres da humanidade. Apresentação: Luciano Magalhães.
19:30h – GRUPO DE ESTUDOS PROFESSOR LUIZ GOULART:
Série de palestras de LUCIA MAGALHÃES
sobre a obra de Luiz Goulart, FILOSOFIA E CIÊNCIA DA ÍNDIA

REUNIÕES MENSAIS:
QUINTAS-FEIRAS (Última de cada mês):
19h – CASA DA POESIA:
Apresentação do melhor da poesia clássica
e contemporânea e também da produção dos companheiros participantes do encontro.
Traga seus  escritos e exponha seus trabalhos para uma plateia super fraterna.

EM TODOS OS NOSSOS EVENTOS, ENTRADA FRANCA.
Rua Senador Dantas, 117-cob.03 – Centro – Rio de Janeiro-RJ
Tel.: (21) 2240-7489 / (21) 2262-5564
Site: correntedapaz.com / correntedapaz.com.br
Email: paz@correntedapaz.com

PAZ E CRISTO

Cada ser buscará, em si mesmo, a paz que o mundo não pode dar. Equivale dizer que a verdade ira paz é interior: sai do íntimo da criatura e ilumina o mundo. Quando todos a encontrarem, internamente, brilhará a paz universal.

Disse Jesus e os povos traduzem em seus idiomas:
“Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; não vô-la dou como a dá o mundo. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.”

“Peace I leave with you; my peace I give to you; not as the world gives do I give to you. Let not your hearts be troubled, neither let them be afraid.”

“Je vous laisse la palx, je vous donne ma paix. Je ne vous donne pas comme le monde donne. Que vôtre coeur ne se trouble point, et ne s ‘alarme point.”

“Io vi lascio pace, io vì do là mia pace; io non ve la do come il mondo la dà; il vostro cuore non sia turbato, e non si spaventi.”

“La paz os dejo, mi paz os doy; yo no os la doy como el mundo la da. No se turbe vuestro corazón, ni tenga miedo.”

“Den Frieden lasse ich euch, meinen Frieden gebe ich euch. Nicht gebe ich euch, wie die Welt gibt. Euer Herz erschrecke nicht und fürchte sich nicht.”

“Pacon mi lasas al vi; mian pacon mi donas al vi; ne kiel la mondo donas, mi donas al vi. Ne maltraukviligu via koro, nek senkuragigu.”

O Caminho do Coração

 Há uma companhia inevitável para aqueles que escolhem o Caminho do Coração: a Dor. Almas a caminhar pelo mundo, teremos tantas vezes a túnica encharcada de pranto e nos lembraremos do Nazareno, em nossa aflição. Encontraremos o Gólgota, nesta nossa vida de iniciantes, em busca de Sabedoria. Ao escolhermos o Caminho do Coração, chegamos à Iniciação pelo Amor – e este é o caminho do Cristo.
Ainda muito longe da Unidade primordial, debatemo-nos em terrível dualidade: nós nos julgamos em nossa personalidade e sofremos entre sucesso e fracasso, aprovação e desaprovação, inferioridade e superioridade – quando a verdadeira grandeza é a do Eterno que está em nós.
De cada página que se abre no Evangelho, é como se uma revoada de pássaros dali se desprendesse… Precisamos acompanhar o bater de asas de cada palavra do Mestre: isto nos conduzirá à morada de Deus.
Enquanto este retorno não se faz, os olhos vão procurando, em meio às tempestades de mar bravio, esse clarão de farol potentíssimo que nos vem de cada ensinamento de Jesus, pelo Caminho do Coração.
Luiz Goulart

Ano Velho

Máximo Ribera

Neste fim de ano,
2017 encerrando sua missão
Como um velho cansado de se expor
Aos comandos do tempo acelerado,
À emergência e sofreguidão imposta
Pelas necessidades humanas,
Dizemos agora: descanse em paz, Ano Velho.
No íntimo de minha alma
Há uma amarga tristeza nessa despedida.
Não ouvi a voz da gratidão:
Muito obrigado, Ano Velho,
Você foi o trilho das grandes crises sociais,
O acolhedor de minhas irreconhecíveis alegrias.
Sou ingrato a esse tempo marcado no calendário,
Cada dia se extinguindo automaticamente
E meus registros armazenados no abandono.
Atropelei a contemplação do infinito,
Que te separou como oferta para mim,
E perdi o compasso do coração.
Nem sei se evoluí, se cresci espiritualmente,
Nem pensei na oportunidade que tive contigo
De mais um ano para eu me tornar
Um digno ser humano.

Nada significa para minha alma
A ingrata e fria despedida,
Sem reconhecer nesse tempo que passou
A semente de melhores tempos.
Muito obrigado, Ano Velho!

Prece de Natal

Suplicamos à Luz do esplendor da vida que deixe filtrar, através de nosso Cristo Interno, uma força maior que nos engrandeça para a Boa Causa;

Que cada um de nós possa, diante da vida, assumir o compromisso de colaborar como uma parte consciente do Amor;

Que cada átomo de nosso corpo, no que ele tem de físico, de anímico e espiritual, fique imantado desse amor ao Ideal e que em qualquer parte da Terra nos coloquemos como aptos a servir, desejando que cada um encontre sua Luz, seu Sol, seu Deus Interior;

Pedimos que a Paz penetre a mente dos dirigentes de povos, o coração dos dirigentes religiosos, bem como habite e vibre no coração de todos os seres;

Que Seu reinado de Luz prevaleça sobre nós, que nos colocamos humildemente como servos de Sua vontade! Paz e Cristo!

(Luiz Goulart)

O Paraíso será verdade?

Neste tempo em que a alma Ocidental mais vibra com a fraternidade, que tentamos dar uma pausa nos conflitos e trocamos presentes, votos de boas festas, de feliz ano-novo, aproveitemos para um exame de consciência sobre o que fizemos pela paz.
Sem muitos detalhes, vamos corrigir alguma coisa. Se a paz morar em nosso coração, por contágio será passada para nossos amigos e irmãos. Não precisamos de atitudes heroicas; basta um exercício de tolerância. Nas menores relações de nosso dia a dia podemos marcar pontos com nossa alma e respirar a alegria de ter vencido uma discussão simplesmente calando a boca, vencido uma disputa difícil cedendo espaço.
Não pretendemos ainda cumprir uma das regras básicas dos verdadeiros cristãos, que é “oferecer a outra face” quando agredidos. Isso é para quem já está a um passo (e não a dois) do paraíso. Mas se no momento em que deitarmos a cabeça no travesseiro, nossa consciência estiver clara e tranquila, é porque estamos alimentando a paz.
Cada um do seu modo e no seu próprio estilo pode fazer a estrelinha da paz deste Natal se somar ao sol do Cristo, que é a verdadeira Luz deste mundo camuflado em brinquedos, presentes, faturamento, tsunamis, guerras, maledicências.
Com um pouco de coragem poderemos ser pacifistas e realizar a grande alquimia das transformações para altruísmo, calmarias, abraços, beijos, compreensão, fraternidade.
E finalmente, o paraíso será verdade!

Máximo Ribera

Emanação

Vamos praticar a concentração. Aprender a entrar em nós mesmos, deslocando-nos a outras dimensões, para não participarmos de certos instantes de confusão geral. Assim, economizamos células nervosas e não atrapalhamos nosso semelhante. Quem não discute, evitando desavenças maiores, está cuidando da própria Humanidade.
Ao se concentrar, o Homem não só restabelece o seu sistema nervoso, pela revitalização que lhe dá o Eu Vital, como também retransmite a outros ondas de Saúde, Paz e Felicidade.
Quando nos alheamos por uns instantes, entramos em sintonia com um poder restaurador que nos torna um transmissor de benefícios ao próximo.
Um ser concentrado é um cálice que se abre à divindade. Só os homogêneos se unificam. Só o que é próprio do Amor gera Amor.

(Luiz Goulart)

Cuidados com o Pensamento

VIGIA TEU PENSAMENTO

Tudo nascerá dele. Tua felicidade está no que pensas. Do pensamento nasce a palavra: do pensamento nasce a ação. Observa: a vida em comum da sociedade humana é feita primeiramente do pensamento de cada parte. As discussões e as ações existem baseadas no pensamento. Assim como filtras a água para a saúde do corpo, filtras o pensamento para a felicidade da alma! Na filtragem igualmente do que ouves e do que vês está a colheita do alimento da alma. Mas que filtro é esse? – perguntarás. O filtro é o Amor. Se filtrarmos dessa maneira o que captamos e o que retransmitimos, encontraremos a chave para a conquista do Reino da Paz Interior.

O INESPERADO
A serenidade fecha a porta d’alma a todo conflito. Já observaste que os nervosos são menos resistentes ao sofrimento? Por que então nos permitirmos o esgotamento da resistência aos embates naturais? O ser humano deve ser preparado para enfrentar o inesperado da mensagem das horas. Assim como ele constrói sua moradia segundo o critério de defesa do calor e do frio, do Sol e da chuva, dos ventos e dos raios, do mesmo modo a casa interior deve ser construída com pensamentos que nos resguardem de emoções abruptas, mais nocivas para a alma do que são para o corpo o calor, o frio, o Sol, a chuva, os ventos e os raios.

GRATIDÃO
Sejamos gratos às experiências que nos chegam, mas tiremos delas apenas os ensinamentos necessários. Não as vivamos eternamente, repetindo-as nas cordas de nossa alma. Na repetição emocional, monótona, das experiências (fatos ou acontecimentos) está o início da saturação perigosa; aproveitemos, nesse particular, a pluralidade das manifestações da Natureza. Ela é harmônica, sem ser simétrica. De igual modo a monotonia, como a intransigência, leva à rigidez do pensamento. Nesse particular, o homem que não filtra a monotonia torna-se quadrado e frio. E perde os instantes felizes, porque habituou-se a rejeitar incondicionalmente a voz das mensagens novas.

Agradecimento Interior
O agradecimento interior é força construtiva que edifica boa casa para a alma. O agradecimento é próprio dos que não sofrem a dor das perdas. Ganham sempre. Dando-se, embora, colocam-se como recebedores e permanentemente agradecem. Na realidade, só mesmo a ignorância do maravilhoso Universo que está à disposição do ser humano pode nos transformar em ingratos.
No agradecimento sincero está o processo de incrustação da Verdade no anel do espírito. A gratidão é pedra de luz da alma. Agradece a Luz que recebes da Vida, o Amor que recebes da Natureza. Agradece aos amigos o carinho, aos inimigos a experiência. Agradece aos fortes o exemplo, aos fracos a advertência. Agradece ao Pensamento que te permite tudo entender como certo, e tudo sentir como Luz no caminho da Vida.

Luiz Goulart

Uma Viagem Encantada

Máximo Ribera

(Reúna os amigos, recoste no sofá, feche os olhos e sonhe)

Vamos fazer um passeio?
Nossas almas serão o tapete mágico…

Iremos às mansões dos Devas,
Conhecer a fonte das cores
E das mais belas expressões
da natureza.

Te apresentarei às diáfanas filhas
Da mãe deva, que constroem
o aveludado das flores,
E suas irrequietas irmãs,
Que salpicam o colorido
Dos jardins que tanto amamos.

Ouvirás os transparentes pássaros cantores,
Que com suas melodias inaudíveis
Conservam vivas as melhores recordações
De nossas vidas.

Depois vem a mansão
Das réplicas felizes,
Onde todas as maravilhas
De tua alma se espelham.

Podes esponjar agora
As maravilhas que quiseres
E trazê-las ao teu dia a dia,
Como lembrança feliz
De uma viagem encantada.

(O tapete mágico retorna em pouso suave,
No acolchoado macio da mente tranquila.)

Poema da compreensão

Tenho em mim a flor de luz
Que trazes, igual à minha,
No teu mundo oculto.
Falhas tenho, tu as tens também…
São espinhos que se fazem em nós,
Marcando imperfeições humanas.

Não olhemos, por favor,
Marcas de lodo
Salpicadas sobre a flor.
Esqueçamos o mal do julgamento.
A vida é breve como a lágrima
Que cai!
E eterno é o entendimento
Que existe, quando nossas flores
De luz criam abraços de pétalas,
Na linguagem da compreensão.

Se esqueceres os meus defeitos
E eu olvidar as tuas falhas,
Teremos a Paz do céu
No coração.
(Luiz Goulart)